sábado, 1 de março de 2014

Os Aventureiros do Bairro Proibido - Parte 3

Estou vendo que essa sequência de posts desse filme ainda vai longe... Quando fiz a zoação com o Starship Troopers, deu pra quebrar em três partes, mas essa pérola do Aventureiros do Bairro Proibido vai levar pelo menos quatro capítulos. Era de se imaginar, considerando a quantidade de paspalhice que tem nesse filme. Se você está chegando por agora, melhor dar uma passada antes na primeira e segunda parte dos posts.

Quando fizemos a última pausa, a situação não estava muito boa para os mocinhos. Gracie Law, Margo e Psy haviam sido vítimas de um peido atômico do Nhonho e tinham desmaiado, quando tentavam localizar seus amigos Jack Burton e Wang Chi. Estes haviam tentado invadir na moral a corporação Acme do Lo Pan, para ver se encontravam a namoradinha de Wang, mas haviam sido presos também. Felizmente, Jack sempre trazia sua faquinha, conseguindo assim se livrar.


Mas Jack continua puto dentro das calças, pois até agora ninguém tinha explicado pra ele o que estava acontecendo ali. Três cretinos de chapéu engraçado, uma chinesa de olhos verdes e um tal de Lo Pan, que parecia ficar trocando de identidade, numa hora parecendo um baitola com roupa de gueixa e noutra parecendo um resto de pele enrrugada numa cadeira de rodas. Agora ele estava ali preso numa cela fedida, cheia de caveiras, tinha perdido seu caminhão e não tinha conseguido pegar ninguém ainda em quase uma hora de filme, era bom que Wang tivesse uma explicação.


Wang então conta a lenda de Lo Pan, que seus pais costumavam lhe contar na hora de dormir, em que há milhares de anos haviam guerras sangrentas, e Lo Pan era um feiticeiro poderoso, com um exército do Mal, querendo destruir todo o planeta, mas um fodão do bem havia derrotado Lo Pan e colocado uma maldição que o transformou em um espírito sem corpo, o que o deixou sem forças. Mas ele tentaria de tudo para satisfazer seu demônio, Ching Tai, que poderia lhe dar um corpo novamente desde que ele conseguisse satisfazê-lo, aparentemente sacrificando uma mulher de olhos verdes. 


Realmente, é o tipo de historinha pra se contar para uma criança, na hora de dormir, não acha?

Logo eles dois escutam um barulho do lado de fora, e para não dar na pinta, os dois decidem fingir que ainda estão amarrados e presos nas cadeiras de rodas. Idéia meio boçal essa, só um babaca cairia nesse truque escroto...


... sorte que quem está vindo é o Nhonho, trazendo o Psy, ainda desacordado depois de respirar o metano de sua bunda. E com essa pinta, tá na cara que ele é babaca de sobra. 


Jack Burton decide então agir. Ele só levou porrada nesse filme, tá na hora dele ganhar alguma peleja. Rápido como um raio, ele dá uma chave de braço no Nhonho e ameaça com a faquinha, dizendo que se soltar um peido, fura o pescoço dele.


Só que Jack está mesmo fadado a ser o merda do filme, e três milésimos de segundo depois da imagem acima o Nhonho aplica um golpe ninja e se livra de Jack...


... que dá com os cornos na parede. Puta merda... E esse é o herói do filme?


Acontece que o Nhonho é do Trio Parada Dura, pra ele enfrentar aqueles meros mortais ali era moleza. Mesmo que ele estivesse com seu tanque de gás vazio, ele podia acabar com a raça dos dois, já começando a torcer o pescoço de Wang como se fosse um frango.


Só que Jack é brasileiro e não desiste nunca. Tudo bem que da última vez que ele tentou repetir seu golpe contra o Paçoca, levou uma surra. Mas ele não vai dar o mesmo mole de novo, pulando no pescoço do Nhonho e metendo a faquinha no pescoço dele, dizendo que era melhor ele ficar quieto ou ia furar aquela pança gorda dele. Tudo bem que esse abraço por trás tá meio homossexual, mas na hora do desespero vale tudo.


Nhonho então usa seu poder gasoso... Só que percebendo que Jack fede mais que atum estragado, soltar um peido não ia adiantar de nada. Então, ele decide canalizar seus poderes flatulentos no sentido oposto e começa a inchar que nem um balão.


A força é tão grande que Jack acaba caindo na cadeira de rodas e rolando ladeira abaixo.


Em vez de ajudar o amigo, Wang e Psy correm pra fechar a porta, pois o futum já tá ficando brabo lá dentro. Bando de filhos das putas esses chinas, um podia fechar a porta enquanto outro podia correr atrás do Jack para ajudá-lo. 


E pela cara dele, pode apostar que ele pensou o mesmo.


Pelo menos ele finalmente conseguiu acertar alguém nesse filme, ao fazer um verdadeiro strike em dois vermelhos que estavam correndo por ali. Embora, tecnicamente, quem os acertou foi a cadeira, o que significa que a contagem de vítimas de Jack Burton continua zerada. Nessa altura, o Schwarzenegger já teria passado na casa dos dois dígitos em seus filmes.


No final do corredor, por algum motivo que vamos deixar em aberto por enquanto, havia uma merda dum poço, e pra sorte de Jack sua cadeira de rodas fica presa ali, ou ele iria fazer uma viagem bem acidentada buraco abaixo.


E pela expressão dele, ou a queda seria absurdamente longa, ou o fundo do poço tinha uma estalagmite enorme que iria impalá-lo pelo rabo se ele caísse.


Sim, estalagmite é aquela que fica no chão, enquanto que a estalactite é que fica no teto. Aqui também é cultura, tá pensando o quê?

Depois de fazer um teatrinho dramático, Jack dá um salto pra frente, conseguindo se livrar da cadeira. Bastava girar a roda um pouco mais e se afastar do buraco pra sair em segurança, mas ele preferiu fazer uma acrobacia pra aparecer.


Depois de se juntar aos dois chinas e pagar um esporro por não terem ajudado, Jack começa então a limpa dos dois vermelhos que ele atropelou, pegando não só as armas mas também a carteira. Afinal de contas, Jack já está imaginando que vai ter que comprar um caminhão novo, então nada como começar a juntar suas economias rapando a grana de dois membros da gangue vermelha.


Começa então a a hora complicada, deles decidirem quem fica com que arma. Jack gosta do poder de fogo da Uzi e decide trocar sua pistola com Wang...


... este que quer uma arma mais legal, decide simplesmente arrancar a calibre 12 das mãos do Psy, pra ele aprender a deixar de ser babaca e ficar posando ali como se fosse um Clint Eastwood amarelo.


Quem finalmente se livra é o Nhonho, que faz uma cara de raiva que mais parece que ele está sentado no trono querendo libertar o Mandela.


Não muito longe dali, o Lo Pan está ligando pro tele-sexo, falando sacanagem pra uma ninfeta que tinha idade pra ser tatataraneta dele. Só que naquela situação, por mais que a garota se esforçasse do outro lado da linha e falasse as obscenidades mais alucinantes, não tinha jeito e a pipa do vovô não ia subir mais.


Depois de levar um fora e desligar o telefone, Lo Pan fica tão puto que seu cérebro começa a acender como se fosse uma lâmpada, a ponto de iluminar todo o recinto.


E então eis que aparece aquele Lo Pan que a gente conhecia, a bicha louca de roupa engraçada e chapéu escroto. Com um passe de mágica, ele havia deixado de ser um velho gagá caquético e se transformado em um boiolão de barbinha e pose de puto com o dedo mindinho.


Não sei por que, mas me lembrei agora do Shang Tsung do Mortal Kombat. Você lembra como ele era um velhinho no primeiro jogo, e depois ele ficava novo? Se não bastassem terem copiado o Rayden, os criadores do jogo ainda imitaram Lo Pan para criar o feiticeiro do Outworld...

Flutuando que nem uma nuvem, Lo Pan então vai passando pela sala, e atravessa a parede como um fantasma, deixando-a toda cheia de meleca, igualzinho ao Geléia dos Caça-Fantasmas.


E ele chega na salinha do lado, que podia ser alcançada simplesmente abrindo uma porta, mostrando que essa firula de sair atravessando as paredes é só pra parecer fantasmagórico. Nessa sala, que mais parece uma enfermaria com as paredes todas brancas, está Miao Yin, enrolada em papel celofane e flutuando no meio do nada, como num daqueles truques de mágica já manjados.


Lo Pan então faz uma cara de safado, pois está ali sozinho com a chinesinha gatinha, se perguntando se o tapete dela combina com a cortina e pensando em várias formas de abusar dela em todos os orifícios possíveis com aquele unhão que ele tem no dedo mindinho.


Como Lo Pan gosta de peitos, ele já vai lá dando uma apalpada mastológica, só que então se dá conta de que ele ainda é um holograma sem corpo por conta da maldição, logo sua mão passa direto. Lo Pan fica então nervoso, pois já tem milênios que ele não manda ver numa garota, e ele fica ansioso para satisfazer seu demônio e voltar a ser gente, para poder possuir Miao Yin.


Ou seja, no final das contas Lo Pan está fazendo tudo isso não pra conquistar o mundo, mas pra dar uns pegas numa chinesa...

Lá perto, os nossos amigos Jack, Wang e Psy estão lá tentando achar a saída. Wang vasculha todos os lados, olhando para a esquerda, para a direita, para cima e para baixo, dizendo então que a costa está livre e eles podem prosseguir.


Como que Wang não percebeu aquele gordo careca a menos de um metro deles, é uma boa pergunta.


Chega então a hora de Jack mandar alguém pro espaço, sacando a sua Uzi. Mas como a besta que ele é, Jack se esqueceu de tirar a trava...


Wang então não espera, partindo pra porrada. Afinal de contas, com tanto china nesse filme, tava já na hora de algum dos mocinhos partir pra luta marcial, por mais que isso possa parecer manjado. Afinal de contas, ninguém ia ver um filme do Bruce Lee esperando que ele fosse ficar usando revólver.


Finalmente Jack se livra da trava de segurança, e fazendo a cara mais escrota como se estivesse rasgando o saco, manda chumbo grosso no vermelho mais próximo. Até que enfim Jack! Só tomara que não tenha fuzilado o Wang, que estava no caminho. Realmente não é uma boa idéia disparar uma metralhadora quando seu amigo está lá brigando contra os outros.


Psy fica ali com uma cara de desanimado, pois ele tinha o capanga na mira, e pergunta se era a primeira vez que Jack tinha apagado alguém. Jack então fica meio puto com a pergunta, dizendo que não interessa quantos ele já tinha matado, que o mais importante era que Psy calasse a pôrra da boca ou ele seria o próximo.


Depois de pegar mais um elevador, os três então chegam num andar fedendo a bacalhau. O que será que os aguardava naquele andar?


Tratava-se da cadeia, onde Lo Pan mantinha inúmeras mulheres para satisfazer seus desejos sexuais, sob a guarda de mulheres da gangue vermelha. Afinal de contas, por mais que o encanamento dele estivesse puído, pelo menos vendo algumas moças em uma esfolação era divertido. E nessa cadeia, estava a Margo, anotando em seu diário o quanto havia se arrependido de tentar conseguir essa matéria sobre Lo Pan, que teria sido melhor se ela fosse cobrir o fracasso da Copa no Brasil...


E lá estava também Gracie Law, que por algum motivo obscuro havia sido amordaçada e amarrada como se fosse um peru de Natal. Ou alguém estava tendo algumas idéias meio pervertidas para a loirinha, ou ela estava enchendo tanto o saco que preferiram calar a boca dela.


Wang então bola um plano, e já podemos imaginar que deve ser algo estúpido, como quando ele sugeriu que Jack bancasse o bostinha e tentasse arrumar uma mulher no puteiro na postagem anterior. Ele decide então fingir que está fazendo Psy de prisioneiro, colocando a espingarda em seu queixo...


... enquanto Jack se fode mais uma vez, tendo que atravessar a ponte pendurado num cano, correndo o risco que a metralhadora dispare na sua bunda. Realmente, não te respeitam Jack.


Agora, deixa eu parar um momento e analisar o plano tosco de Wang. As mulheres que estão ali sabem que o Psy é um inimigo, elas mesmas o prenderam depois que o Nhonho deu um peido naquele elevador. Talvez a idéia de Wang era fazer com que elas pensassem que aquele ali era o Nhonho. Tudo bem que amarelo é tudo igual, mas sabemos bem que o engomadinho do Trio Parada Dura não ia se deixar capturar tão facilmente. E tampouco teria tão péssimo gosto para roupas como o Psy. Sem falar que qualquer mero deslize de dedo iria deixar o carinha sem cabeça. Mais uma vez Wang, você pensa num plano de merda...


Duas chinesas então chegam pra descer a porrada neles, cada uma delas com um bambu nas mãos, que tipicamente era usado por elas para práticas menos nobres na hora livre.


Wang e Psy, em superioridade de força e de poder de fogo, tentam então dominar as mulheres, sendo rapidamente desarmados por uma delas! Puta merda, vão ser ruins assim na casa do caralho! Apanhando de mulher?


Finalmente então Psy e Wang decidem deixar de lado o respeito pelas mulheres, descendo a porrada nas duas.


Sim, eram outros tempos... Nos anos 80 era possível num filme um cara dar um chute na cara de uma mulher sem que um monte de feministas ficassem revoltadas...


Enquanto isso, na cadeia Margo se assusta ao levar uma escarrada no meio de sua cabeça.


Era Jack, que não havia pensado em forma mais sutil para chamar a atenção dela, ou então ele estava de saco cheio dessa repórter que só atrapalhava. Ele tinha era que pensar agora em uma forma bem silenciosa para abrir as jaulas e liberar Gracie, Margo e todas aquelas orientais ali de dentro. E pelo menos poder dar umazinha em qualquer uma delas.


Bem, considerando que até agora Jack está na seca, ele decide que a forma mais silenciosa e sutil é sacar sua metralhadora e mandar chumbo nos cadeados das celas. Sutileza de um elefante em uma loja de cristais, Jack.


Ele então vai até a cela de Gracie, e vendo ela naquela posição não perde tempo, já se posicionando para uma engatada a seco na porta dos fundos, para o desespero dela. Só que ele fica numa situação ingrata, pois o salto dela fica roçando na sua bunda, e ele tinha sérias restrições quanto ao sentido de tráfego na sua poupança.


E não será dessa vez de novo que Jack vai molhar o biscoito. Percebendo o fuzuê do lado de fora, ele chama Wang e Psy para se mandarem dali, antes que eles virem comida chinesa.


Bem a tempo, pois o Nhonho já tá na área com seus amigos vermelhos, pra atrapalhar a diversão de Jack. E ao contrário das mulherzinhas ali, aqueles vermelhos não tinham essa de usar armas brancas, cada um ali com uma metralhadora pra acabar com a raça deles. É foda, sempre aparece alguém pra atrapalhar ele, dá dando até pena.


Depois de correr um pouco, eles acham uma piscina cheia de água suja, que parece ser a única saída. O desespero é tamanho que tem umas chinesas que nem descem a escada, já se jogando do alto do parapeito, uma atitude bem prudente quando você não tem certeza se aquela piscina tem dez centímetros de profundidade.


Mas pra sorte delas, aquela piscina era bem funda, e de quebra tinha ainda um túnel por onde eles podiam fugir. E tirei o screenshot por acaso nesse momento, foi mera sorte o fato de ter uma chinesinha só de calcinha entrando no túnel...


Eu juro!

Margo fica toda com nojinho, pois aquela água tava fedendo e parecia que Lo Pan não colocava cloro ali fazia algumas décadas, e que jamais ela chegaria perto dali, ela preferia enfrentar o Nhonho e sua turma. Jack então perde a paciência a ponto de morder sua faquinha e parte pra brutalidade, tacando Margo na água, torcendo pra que ela caísse de cabeça.


Gracie então fica fula com Jack, e dá uma bundada pra empurrar ele na água também. Considerando que tem uns cinquenta chineses raivosos com metralhadoras chegando perto, acho que eles estão perdendo muito tempo com essa brincadeira de ficar se empurrando na piscina, como se fossem os Trapalhões.


Wang e Psy chegam logo depois, pulando que nem dois alucinados, e bem a tempo, pois o Nhonho já tinha chegado lá com seus capangas vermelhos, que mandam chumbo. Mas, como sabemos bem, nos filmes os bandidos são ruins de mira, pode apostar que metade deles não está conseguindo nem acertar dentro da piscina.


No túnel, Gracie se desespera, se arrependendo profundamente de ter dado uma pancada no Jack, que podia estar morto agora. E ela se arrepende também de não ter colocado o sutiã, e ela tinha jurado que nunca mais ia brincar de camiseta molhada como fazia na época da escola.


Eis então que Jack surge do nada, soltando um mega arroto na cara de Gracie. Não era culpa dele, ele tinha engolido mais ar que deveria pra mergulhar, tava na hora de soltar.


E sem pensar muito Jack taca um mega beijo em Gracie, o que deve ter sido bem desagradável, com o gosto de sushi podre que ele tinha comido ontem que subiu pelo seu esôfago.


Apesar de sempre ficar excitada perto do garanhão ali, Gracie paga um mega esporro em Jack, dizendo que não era pra beijá-la, que aquilo ali era uma atitude machista. Mas Jack responde que já tinha passado quase uma hora de filme, e se não tivesse um beijo naquela altura do campeonato, todas as mulheres no cinema assistindo aquela joça iam se levantar e ir embora. Além disso, ele quase tinha empacotado, queria pelo menos garantir que iria fazer um exame das amígdalas dela antes de morrer.


Finalmente todos eles conseguem sair do túnel, e Wang começa então com mais um plano idiota, dizendo que eles poderiam cavar o fundo do lugar para a água escoar, e depois continuar cavando mais e mais até que eles saíssem na China, aí seria só ligar pros parentes dele e todos ficariam felizes.


E se você olhar em detalhes, vai ver que a brincadeira que eu fiz sobre Gracie estar sem sutiã não era minha imaginação.

Não suportando a idéia de ver ainda mais chineses pela sua frente e sabendo que os planos de Wang são uma droga, Jack decide fazer o oposto: se Wang dizia para eles cavarem e irem descendo, Jack iria pegar a escadinha ali e subir.


E pela primeira vez ele deu uma dentro nesse filme, pois o bueiro dava justamente praquele mega depósito nas Corporações Acme por onde ele e Wang tinham entrado mais cedo. Pra sair por ali ia ser fichinha.


Mas pela cara de apreensão de todos, dá pra imaginar que não será tão molezinha assim. Afinal de contas, Jack sempre pisava na bola.


Jack explica que não tem como dar errado, é só abrir a porta e sair por ali. algo tão simples assim não tinha como dar problema. Mamão com açúcar.


Um... dois... três...


Rá! Pegadinha do Mallandro! Que nem a Porta dos Desesperados, quando a pessoa abria a porta e via um lunático vestido de gorila querendo dar um abraço por trás.

Jack não tem mais nada a dizer, a não ser olhar pros seus amigos e dizer "fudeu".


Os vermelhos então começam a dar machadas na porta, mostrando que com eles não tem a sutileza do Lobo Mau de sair soprando coisas abaixo. Jack manda todo mundo se esconder, pois ele quer ter um momento heróico, onde vai acabar com a raça de todo mundo sozinho.


Só que Wang não quer ser um mero coadjuvante, e decide ficar também, pra ajudar seu amigo.


Os vermelhos abrem a porta, e Jack dessa vez não arruma problemas, mandando bala pra cima de todos os vermelhos que pulam ali na frente. Dessa vez ele vai finalmente ganhar a disputa, vai queimar mais bandidos que o John McClane do Duro de Matar.


Só que ele não contava com o fato da munição acabar...


Sobram ainda vários vermelhos, e Wang manda uma mega voadora e parte pra porrada pra cima deles. Agora sim parece um filme de artes marciais.


Jack não vai ficar pra trás, ele quer sair dessa luta com um maior número de mortes que seu amigo Wang, pois eles haviam apostado uma caixa de cerveja. Sem as mesmas habilidades de luta que seu amigo, ele apela então pra sua faquinha de estimação, só que na pressa a mão fica mole e a faquinha sai voando prum canto.


E tome voadora de Wang, enfrentando sozinho os vermelhos...


... enquanto Jack vai atrás da faquinha. Boa Jack...


Sobra até pro Pedro de Lara, que leva uma coça na cara bigoduda dele.


Jack então acha sua faquinha e se prepara pra voltar pra luta. Agora é a vez dele, ele é o herói do filme, vai descer a porrada em todo mundo e salvar o dia.


Só que nessa altura do campeonato, todos os vermelhos tão esticadões no chão. Wang acabou com todos eles, não deixou nem um meio tonto pro Jack dar umas porradas.


É Jack... Tá devendo uma caixa de cerveja pro Wang.


O grupo segue mais adiante pelo prédio da Corporação Acme, agora falta muito pouco, só passar por aqueles seguranças manés que eles tinham enganado quando entraram.


E eles decidem então mandar o mesmo papo, falando sem parar, dizendo que tinha um gato morto na caixa da NET e por isso que o pessoal lá não estava conseguindo sintonizar no Sexy Hot pra ver uns filminhos impróprios.


Só que dessa vez Jack decide partir pra brutalidade, mandando um "perdeu Playboy", enquanto Wang avisa pra mulherada se mandar. O engraçado é que a metralhadora tá sem munição.


Todas as mulheres saem correndo, junto com o Psy, que depois quer que todas participem de seu novo clipe. Todas, menos Gracie, que vê uma porta se abrindo e fica curiosa. Parece que ela se esqueceu daquele velho ditado, a curiosidade matou o gato.


Não disse? Um braço peludo aparece e a pega, deve ser o Tony Ramos, que depois de várias propagandas do Friboi decidiu trabalhar pro Lo Pan.


Todo mundo corre pro lado de fora, onde o Tio Chu e Egg Shen estão esperando no ônibus. E Egg Shen já avisa que mesmo sendo um resgate, pra entrar no busão são 20 pratas, com uma taxa de 15 dólares pra quem estiver sem calça.


Do nada aparecem um monte de guardinhas, armados até os dentes. Depois de darem tanto o fora, finalmente os seguranças decidem agir. Azar o deles que Egg Shen costuma fazer turismo também pela Rocinha, e seu ônibus é todo blindado.


E lá vão os nossos amigos, se mandando em direção ao pôr-do-sol.


Jack comemora, dizendo que a missão foi um sucesso, que não tem pra ninguém, que ele é o cara, o fodão, o pica das galáxias, flawless victory. Até que o Tio Chu pergunta onde está Miao Yin, e porque Jack estava levando uma metralhadora sem munição.


Wang, com uma cara de desânimo, diz que Miao Yin continua lá dentro. Curioso como ele está ali, com a cabeça no colo de uma chinesinha só de calcinha, mesmo depois deles terem se livrado há tempos dos bandidos.


Sério Jack... Você tinha ido lá nas Corporações Acme para tentar resgatar Miao Yin e recuperar o seu caminhão. Não conseguiu nem uma coisa nem outra, e de quebra ainda havia perdido Gracie. Seu conceito de flawless victory tá meio furado, viu?

Gracie continuava presa mesmo, tendo sido capturada por uma criatura horrenda, a ponto de fazer ela se mijar nas calças.


Parece um primo feio do Chewbacca esse bichão. Chamarei ele de Arnoldo.


Depois de levar Gracie pelas catacumbas, Arnoldo larga a loirinha numa prisão, pois deu no monstrengo uma vontade de dar uma cagada ali no canto. Bem na hora que chegam nossos amigos Nhonho e Paçoca.


Ao ver que Gracie também tem olhos verdes, os dois trocam olhares afeminados, pois sabem que seu chefinho ficará satisfeito com mais uma mina de olhos verdes.



O que não entendo é que pelo menos o Nhonho já tinha visto a Gracie, e a não ser que ele seja cego, certamente havia percebido que ela tem olhos verdes. Por que então ele a prendeu naquela cadeia comum com as outras mulheres, em vez de levá-la pro seu chefe?

E quem chega também é o Lo Pan velhinho, que de fato fica satisfeito em arrumar uma outra garota de olhos verdes, surpreso com a sorte de ter encontrado duas. Impressionante como tá difícil arrumar mulher de olhos verdes, ele devia ter se mandado pra Suécia ou outro país nórdico, lá seria mais fácil.


Gracie então, que já tem fama de chata, estoura de raiva, dizendo que é pra soltarem ela logo, antes que ela comece a gritar pela ajuda do Femen. E que era melhor esse velhinho tarado parar de malandragem, que ele fedia a naftalina e que ia descer a porrada nele.


Lo Pan então responde, mexendo no decote de Gracie, falando "bilu bilu tetéia".


Gracie responde, quase mordendo fora os dedos esqueléticos de Lo Pan, pra você ver como ela é braba!


E o velhinho do Lo Pan se mija de rir, literalmente, molhando sua fralda ao se divertir com a fogosa Gracie. Molhando e borrando a fralda, pois ele também achou que tava vindo um peidinho mas era um monte de bosta fedida. Hora de pedir pro Paçoca trocar sua Pampers e passar um talquinho, pra deixar aquele cheiro de bundinha de bebê.


Enquanto o coroa vai trocar sua fralda, acho que chegamos num bom momento de dar uma pausa. Acho que na próxima postagem eu termino, muito hilário esse filme. Se prepare que o pior ainda está por vir. Até lá!

Nenhum comentário: